Janeiro 10, 2018 1 Comentário Comida

Caldo de Legumes – A magia dos caldos

caldo de legumesHá uma coisa que é muito importante na gastronomia, seja na Portuguesa, seja na estrangeira, e essa coisa chama-se de caldo. Há caldos de legumes, caldos de peixe, caldos de carne, caldos de marisco, caldos de galinha e mais. Estes caldos não são difíceis de fazer e são uma grande base para quase todos os pratos. Acrescentam sabor, e alguns até são comidos mesmo assim, por si só, e são maravilhosos. Este é um hábito que todos deveríamos ter, mas para isso é preciso tempo e um bom frigorífico ou congelador com espaço. Nós infelizmente não temos um bom frigorífico e por isso fazemos apenas quando precisamos. Mas vamos ao que interessa. Hoje, caldo de legumes.

Caldo de legumes caseiro é sempre melhor.

Os caldos podem ser usados como sopas (caldo verde, caldo de galinha, etc.), para molhos ou para adicionar sabor a pratos, em vez de usar água, por exemplo. Para fazer um caldo, devemos, ao contrário de quando vamos fazer sopa, colocar os ingredientes em água fria. Quando colocamos os ingredientes ainda em água fria, à medida que vão aquecendo, o sabor dos mesmos passa para a água. Quando os colocamos com água a ferver, fazemos com que os sabores se concentrem nos alimentos. Por isso é que, para cozer bróculos, apenas os colocamos quando a água está a ferver, já que queremos comer os bróculos com todo o seu sabor. Se o fizéssemos com água fria, o seu sabor passaria para a água. No final do caldo, os legumes passaram todo o seu sabor para a água e por isso deixam de ter utilidade.

Que ingredientes usar?

Aqui, vale um pouco de tudo. Nós usámos: nabiças, cogumelos, alho, cebola, abóbora, alho francês e cenoura. Para dar um caldo mais escuro e mais intenso, começámos por assar tudo menos as nabiças, com sal e um fio de azeite. Depois de tudo assado, transferimos para a panela com água fria, onde juntámos as nabiças. Colocámos ao lume e deixámos a magia acontecer.

Notas e conclusões

Tenham atenção ao sal. É preferível utilizarem pouco sal quando fazem um caldo já que o vão adicionar a um prato que já pode estar temperado. Depois do caldo feito, basta coar os legumes. Deixem arrefecer e podem congelar para usar mais tarde. Uma ideia é congelar nas cuvetes do gelo e usar quando precisam. Assim é mais fácil dosear. Depois de experimentar cozinhar com caldo caseiro é difícil voltar aos de compra, mas lá está, muitas vezes a comodidade ganha. Mas façam-nos um favor. No próximo almoço de domingo que façam para a família, experimentem. Vão ver que não se arrependem.

Caldo de Legumes
Imprimir
Tempo de preparação
10 min
Tempo de cozedura
1 hr 30 min
Tempo total
1 hr 40 min
Tempo de preparação
10 min
Tempo de cozedura
1 hr 30 min
Tempo total
1 hr 40 min
Ingredientes
  1. Cenouras
  2. Cebolas
  3. Alhos
  4. Abóbora
  5. Alho Francês
  6. Nabiças
  7. Sal
  8. Pimenta preta
  9. Água
  10. Azeite
Instruções
  1. Começamos por cortar em pedaços grosseiros as cenouras, as cebolas, os alhos, a abóbora e o alho francês.
  2. Colocamos estes legumes cortados num tabuleiro de forno, temperados ligeiramente com sal, pimenta e azeite.
  3. Deixamos assar bem por 45 a 60 minutos a 200º.
  4. Depois de assados os legumes, retiramos do forno e juntamos a uma panela com água fria, juntamente com as nabiças.
  5. Colocamos a panela ao lume e deixamos ferver lentamente para o sabor dos legumes passarem para a água.
  6. Deixar cozer pelo menos uma hora.
  7. Coar os legumes e guardar o caldo.
  8. Está pronto a ser usado.
Tudo Qué Bonito! http://www.tudoquebonito.com/
caldo de legumes caldo de legumes caldo de legumes