Setembro 14, 2017 0 Comentários Comida

Bife Tártaro a la Chef Kiko

bife tártaro

Nunca tínhamos comido bife tártaro, mas curiosidade não faltava. O nosso gosto por carne de qualidade, somado com as nossas férias a França, fazia aumentar essa vontade. Um pouco maluqueira fazer um prato em casa sem nunca ter provado. Sem qualquer referência do que procurar, do que identificar. Mas correu muito bem. Deu algum trabalho, mas valeu a pena. É um prato fresco, que mesmo sem estar cozinhado, tem sabor que nunca mais acaba. Posteriormente nas nossas férias comemos outras versões. Devo dizer que esta não deixa nada a dever às tradicionais que por lá comemos. Só uma se destacou, mas já falamos sobre ela. Esta que trazemos hoje é a versão do Chef Kiko. Não este, o outro. O que tem o Talho, o Asiático e por aí fora.

Bife Tártaro: ingredientes

Não vamos dar já a receita. Essa podem ver no fim. Vamos falar mais sobre as combinações. Para retirar mais sabor da carne, mesmo que mal passada, temperamos bem (sem ser preciso complicar) e selamos a dita numa frigideira, caramelizando ligeiramente a mesma. Ora aqui isso não acontece, como é óbvio. A carne tem que ser de extrema qualidade, claro. Terá algum sabor, mas aqui os restantes elementos terão uma participação mais forte. Os cornichons, a mostarda, a cebola, as alcaparras, o sal, a pimenta, molho inglês,, o tabasco, a gema para unir tudo. Tudo essencial. Depois é uma questão de gosto: um pouco mais daqui, um pouco mais dali. Esta é a base, o tradicional. A partir daqui vale tudo e aparecem coisas maravilhosas.

O melhor que comemos

Numa das noites em Paris, decidimos ir só os dois jantar. Uma coisa mais romântica. Então decidimos procurar um restaurante no Yelp. Tentámos filtrar para termos apenas restaurantes realmente frequentados por locais e não apenas coisas de turistas. Chegámos ao fim com uma lista de 5 ou 6 restaurantes. Quando fomos ver a lista, percebemos que havia um deles que estava a … 0Km. Achámos estranho e fomos ver. Era mesmo do outro lado da Rua. Chamava-se Le Mary Celeste. Uma pinta do caraças e um menú para partilhar, acompanhados por uma infindável lista de Vinhos “Naturais”. Foi aqui que comemos o melhor bife tártaro. Um bife tártaro diferente. Tinha também ruibarbo, além de outras coisas que lhe deram um toque maravilhoso. Deste restaurante não temos muito para mostrar porque não fomos no espírito de blogger, mas deixamos a opinião de uma pessoa que sabe muito de comida:

“Because unlike most cocktail bars, the food at Le Mary Celeste is outstanding as well. Chef Haan Palcu-Chang creates a ever-changing menu of “bar snacks” that will have you pushing away those little bowls of stale popcorn and peanuts found elsewhere. And he is preparing some of the best food in Paris.” – David Lebovitz

O vinho

Para acompanhar o tártaro que fizemos, fomos para um Quinta de S. Sebastião Tinto, reserva 2014. Um vinho da região de Lisboa, composto por Touriga Nacional e Tinta Roriz. Com 12 meses de estágio em carvalho francês, um excelente vinho que fez um óptimo trabalho.

Paris, Paris…

Uma cidade linda, que apaixona. Mas sobre Paris, tenho a certeza que teremos a oportunidade de falar mais aqui com calma. Sobre o que vimos, o que comemos, o que recomendamos. Este acaba por ser um pequeno “aperitivo” do que foi a nossa viagem e a preparação para a mesma. É um grande prato para amantes de carne. Não precisa de dar tanto trabalho como nos deu a nós. Nós picámos a carne toda à faca. Podem pedir para picar no talho. É uma questão de gostos, tempo e vontade. Agora, fiquem com as fotos e a receita. Bon appetit!

Tártaro de Novilho
Imprimir
Tempo de preparação
50 min
Tempo de cozedura
10 min
Tempo total
1 hr
Tempo de preparação
50 min
Tempo de cozedura
10 min
Tempo total
1 hr
Ingredientes
  1. 1/2 kg de carne novilho
  2. 1 colher sopa de cebola-roxa bem picada
  3. 1 colher de café de cornichons bem picados
  4. 1 colher de café de alcaparras bem picadas
  5. 1 pitada de molho inglês
  6. 1 colher de café mostarda Dijon
  7. 2 gemas de ovo
  8. 1 colher de sopa de cebolinho picado
  9. 1 pitada de Tabasco
  10. Sal a gosto
  11. Pimenta-branca moída a gosto
Instruções
  1. Picar muito bem a carne de novilho com uma faca bem afiada. Deve ficar em pedaços muito pequenos do tamanho de um grão de arroz
  2. Coloque a carne numa tigela e junte a cebola, os cornichons e as alcaparras
  3. Misture tudo
  4. Adicione os molhos - o molho inglês e a mostarda Dijon - e as gemas de ovos.
  5. Envolve bem
  6. Adicione o cebolinho e volte a misturar
  7. Tempere com o Tabasco, o sal e a pimenta-branca.
  8. Servir.
Dicas do camandro
  1. No final, acabamos por juntar mais tempero e usámos outro picante mais forte do que o Tabasco. A partir daqui é muito a gosto.
Tudo Qué Bonito! http://www.tudoquebonito.com/
Bife Tártaro